terça-feira, 17 de setembro de 2013

Flap! 2013 em São Paulo - literatura pela cidade

A Festa Alternativa de Poesia (FLAP!) acontece este ano entre os dias 20 e 22 de setembro.

A proposta original da FLAP! foi plenamente cumprida: sem perder o humor e a faceta crítica, foi criado um espaço de debate e convivência entre autores, editores, professores e leitores. Também se tornou referência entre a geração mais nova de poetas brasileiros; quiçá é a principal referência brasileira entre os jovens poetas de toda a América Latina.


Em 2013, a novidade foi na organização: estabeleceram-se pequenos núcleos (“curadorias coletivas”), que foram responsáveis por pensar temas interessantes e selecionar debatedores. Temos, assim, cinco temas principais para debate: a representação do corpo na literatura; a situação da tradução hoje no Brasil; as relações entre literatura, memória e violência; o mercado editorial na área de poesia e se há uma apatia na crítica literária.


Todos os eventos serão gratuitos e não há reserva, a entrada respeita a ordem de chegada.

No site, os participantes podem ajudar a "vaquinha-muuu!" que está juntando dinheiro para a realização da FLAP!

A programação:

Feira de publicações
Casa das Rosas, Av. Paulista, 37 – Bela Vista
20/9, sexta-feira, a partir das 18 horas
Editoras participantes: Editora Alpharrabio, Lote 42, Oitava Rima, Editora Patuá, Editora Penalux, Selo Demônio Negro, Selo Prólogo e Selo Sebastião Grifo.
Publicações: Revista Celuzlose e Revista Córrego.
Organização: Victor Del Franco

Abertura
Casa das Rosas
20/9, sexta-feira, a partir das 20h: Abertura, lua cheia.
Curadoria: Andréa Catrópa, Maiara Gouveia e Roberta Ferraz
Artistas convidados:
- Show com o poeta Rodrigo Garcia Lopes, que lançará o disco Canções do Estúdio Realidade.
- A bailarina Karine Kelly Pereira apresentará poemas que constam na Antologia Poética FLAP!
- Intervenções do músico e poeta Operário Ribeiro
- Participação especial de Caco Pontes, poeta e multiartista
- Haverá ainda projeção de vídeos, com a leitura de poetas de outros países da América Latina: poema sem título de Yohanna Jaramilo, “Sangre” de Lorena Saucedo, “PRÓLOGO A k-PAX” de Yaxkin Melchy, sem título de Hector Hernandez Montecinos, “Terminales comunes” de Enrique Winter e sem título de Jocelyn Pantoja.
Apresentadores: Gabriel Kolyniak e Rafael Daud

O corpo e as margens
Biblioteca Mário de Andrade, Rua da Consolação, 94 – República
21/9, sábado, das 10h às 11h30min
Cabe o corpo na literatura? É possível para as páginas e as letras darem conta do material, do sólido, da nossa existência física no mundo? Os corpos de escritores são mais, afinal, do que suportes para suas cabeças? E quando falamos sobre corpo dentro das margens das páginas, que corpo é esse? Que cor ele tem? Que gênero? Que forma? É magro, gordo, flácido, forte? Como ficam os corpos evidenciados de maneira tão forte na nossa cultura – o corpo generificado da mulher; o corpo sexualizado e racializado da mulher negra – dentro dessas margens? De que corpo fala a literatura? De que corpos ainda falta falar?
Curadoria: Jeanne Callegari, Renata Corrêa e Tarsila Souza
Debatedores: Alfredo Fressia, Elizandra Souza, Juliano Garcia Pessanha e Nuno Ramos
Mediação: Jeanne Callegari

O silêncio do tradutor
Espaço dos Satyros, Praça Franklin Roosevelt, 214 – Consolação
21/9, sábado, das 14h às 15h30min
Uma obra traduzida se inscreve sob duas penas, a suscitar a pergunta: o tradutor trabalha ou silencia a própria voz ao traduzir a obra de outrem? A discussão acerca da coautoria na tradução é inesgotável e necessária, sobretudo, ante os inúmeros casos recentes de plágios de tradução.
Curadoria: Fábio Aristimunho, Polyana Ramos, Stefanni Marion e Vera Helena Rossi
Debatedores: Denise Bottmann, Mário Ramos e Rodrigo Garcia Lopes
Mediação: Vera Helena Rossi

Memória (e esquecimento) da violência
Espaço dos Satyros, Praça Franklin Roosevelt, 214 – Consolação
21/9, sábado, das 16h às 17h30min
Violência. Memória. Onde se enlaçam? Onde se desdobram? E por que se apagam (ou são apagadas)? Como as letras numa página podem trazer a dor, o possível perdão ou o ressentimento? Existe um ato restaurador na escrita? Essa discussão ainda é recente e urgente no Brasil e no mundo. Ou vamos esquecer tudo?
Curadoria coletiva: Juliana Bernardo, Lilian Aquino, Paula Fábrio e Rafael Daud
Debatedores: Flávio Ricardo Vassoler, Susel Oliveira da Rosa e Deborah Goldemberg
Mediação: Rafael Rocha Daud

O pacto da indiferença – apatia e crítica na contemporaneidade
Biblioteca Alceu Amoroso Lima, Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros
22/9, domingo, das 12h às 14h30min
Início da Primavera, Dia Mundial Sem Carro
A mesa debaterá temas em torno da dificuldade de se estabelecer um debate crítico na atualidade que, mesmo não se restringindo à aceitação de um cânone preestabelecido, possa romper com a dicotomia entre hiperespecialização e resenha comercial.
Curadoria: Andréa Catrópa e Renan Nuernberger
Debatedores: Carlos Filipe Moisés e Reynaldo Damázio
Mediação: Andréa Catrópa e Renan Nuernberger

A poesia se vende? Os números crescem como orelha de burro ou rabo de cavalo?
Biblioteca Alceu Amoroso Lima, Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros
22/9, domingo, das 15h às 16h30min
Início da Primavera, Dia Mundial Sem Carro
No conjunto dos meios e mídias, a poesia historicamente ocupa um lugar minoritário, do ponto de vista financeiro, desafiando editores a viabilizá-la como negócio, o que ao mesmo tempo parece diferir de uma concepção idealizada da escrita de poesia: seria apropriado a poesia articular-se com processos mercadológicos? Faz sentido discutir poesia em termos de mercado, ou mesmo mercado em termos de poesia?
Curadoria coletiva: Adrienne Myrtes, Ana Rüsche, Eduardo Lacerda, Gabriel Kolyniack, Rafael Carvalho e Vanderley Mendonça
Debatedores: Daniel Minchoni, Sergio Cohn (a confirmar), Sofia Mariutti e Vanderley Mendonça
Mediação: Gabriel Kolyniack

Confraternização
Feirinha Gastronômica, Praça Benedito Calixto 85 – Pinheiros
22/9, domingo, das 17h às 19h
A Feirinha Gastronômica é uma das patrocinadoras da FLAP!
* Entrada franca. Os pratos e quitutes são vendidos a preços acessíveis.


Um comentário:

Fanzine Episódio Cultural disse...

REGULAMENTO DO “IX CONCURSO PLÍNIO MOTTA DE POESIAS”
A Academia Machadense de Letras (Machado-MG / Brasil) comunica a realização em novembro de 2013 de seu IX Concurso de Poesias. As inscrições encerram-se no dia 14 de outubro (2013). Para as poesias de outras cidades daremos uma semana após o prazo de inscrição para que as cartas cheguem.
O tema é livre.
A taxa de R$5,00 pode ser enviada (no endereço indicado no regulamento) no primeiro envelope juntamente com as 06 cópias da poesia concorrente.
Para receber gratuitamente o regulamento em arquivo PDF, entre outras informações, favor entrar em contato através do e-mail: machadocultural@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...